Perda de documento pode ser registrada pela internet

 Perda de documento pode ser registrada pela internet

 

Em feriados prolongados é comum haver aumento nas estatísticas de golpes, perda de documentos, assaltos e furtos. No carnaval, especialmente, as pessoas ficam mais expostas, seja por comemorarem nas ruas, seja por frequentarem locais com grandes aglomerações. Para registrar estas perdas e monitorar o uso indevido dos documentos existem algumas ferramentas.

 

Uma delas é a delegacia virtual, do Sistema Integrado de Defesa Social de Minas Gerais (Sids). No caso da perda de documentos, o boletim de ocorrência pode ser feito online e impresso pelo próprio solicitante. É necessário informar os dados pessoais e explicar as circunstâncias do fato. Outra forma de fazer o boletim de ocorrência é através do aplicativo MG, desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge). O boletim de ocorrência pode ser apresentado até a confecção de um novo documento. Quanto às perdas de documento de veículo ou Carteira Nacional de Habilitação, a Polícia Civil informa que também deve ser realizado o boletim de ocorrência.

 

No caso de perda de CPF, há uma forma de monitorar a utilização indevida de terceiros. Durante os 30 dias seguidos, a utilização do documento é acusada pelo sistema de Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Alterações de dados cadastrais também são acusadas. Além da identidade e do CPF, cartões de bancos, crédito e débito também estão na lista de perdas comuns. A recomendação das autoridades de segurança é que eles sejam bloqueados imediatamente, seja pela internet, pelo aplicativo do banco ou pessoalmente. A principal dica, no entanto, é manter os documentos e objetos protegidos e levar somente o necessário.

Outras Notícias