PC investiga se documentos descartados em matinha são de acusados na operação Malebolge

 PC investiga se documentos descartados em matinha são de acusados na operação Malebolge

 

Uma foto com a descrição de que havia muitos papeis picotados próximo a Área de Preservação Permanente (APP) no bairro Novo São Geraldo, enviada pelo whatsApp do Departamento de Trânsito de Araxá, na manhã desta sexta-feira (21/08) levou uma grande equipe da Polícia Civil até o local. Em alguns desses documentos encontrados constam os nomes de alguns dos envolvidos na operação Malebolge, que investiga o envolvimento de agentes públicos em desvios de recursos públicos da prefeitura de Araxá na execução de contratos de prestação de serviços de transporte.

 

Dentro de um curso d’água que existe dentro da área de preservação permanente do bairro Novo São Geraldo os investigadores da Polícia Civil encontraram grande quantidade desses papéis picotados que estavam espalhados também por toda a via lateral da APP.

A Polícia Civil, no primeiro momento, considerou a hipótese desse grande volume de documentos picados ser provas destruídas da investigação que culminou na operação Malebolge no dia 11 de agosto deste ano. Pouco tempo depois a Perícia Técnica da Polícia Civil localizou alguns dos papeis sem danificação e a tese foi expandida. De acordo com a assessoria de comunicação da PCMG tudo indica que seja descarte de material bancário.

 

O banco foi identificado e acionado, os responsáveis compareceram no local, e avaliaram ser o material decorrente do lixo produzido pela agência. A polícia civil seguirá na investigação do material, no sentido de confirmar a versão. O banco foi notificado a recolher o material.

Outras Notícias