Operação Malebolge: PC vai contrapor informações passadas em depoimentos de filho e contador de casal investigado

 Operação Malebolge: PC vai contrapor informações passadas em depoimentos de filho e contador de casal investigado

 

Realizado na sede da Segunda Delegacia Regional de Polícia Civil na tarde de 25 de agosto os depoimentos dos dois presos na segunda fase da Operação Malebolge. Iniciou por volta das 14h40 as oitivas do filho do casal de sócios proprietários investigados e do contador deles. Cada depoimento teve uma duração média de uma hora e meia. Os dois foram presos na manhã da última quinta-feira (20/08/2020) e são acusados de envolvimento na investigação que apura os desvios de recursos públicos por meio de fraudes na execução de contratos de prestação de serviços de transporte entre a empresa investigada e a Prefeitura Municipal de Araxá.

 

A prisão temporária dos dois foi prorrogada por mais cinco dias. Os advogados dos acusados optaram por não pronunciar sobre as oitivas.

 

O delegado que coordena a operação Malebolge, desencadeada no dia 11 de agosto de 2020, Renato Alcino Vieira, falou à imprensa assim que encerrados os interrogatórios das pessoas que foram presas temporariamente na última quinta-feira. “Nesse segundo interrogatório trouxeram algumas informações, nós vamos, a partir dos dados que eles nos revelaram fazer um batimento com as informações que nós temos no inquérito para verificar, a partir disso, vermos onde podemos avançar. A gente colheu as informações aqui, fizemos a escuta, a demora muitas das vezes é pela complexidade da situação. Nós estamos aqui diante de um esquema que já vem a algum tempo ocorrendo aqui em Araxá, então são muitos dados à serem perguntados”, explicou o delegado da Polícia Civil.

Outras Notícias