Governo de Minas lança programa para reduzir vulnerabilidade social

 Governo de Minas lança programa para reduzir vulnerabilidade social

 

Visando a redução das múltiplas formas de vulnerabilidade social, o programa ‘Percursos Gerais: Trajetória para Autonomia’ foi lançado nesta segunda-feira, 16/12, pelo governador Romeu Zema (Novo), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), a proposta é de execução nos municípios mineiros com o menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). Ao todo, 73 municípios de 12 diferentes regionais da Sedese serão atendidos até 2021.

O programa realizou diagnóstico das realidades locais para propor ações direcionadas aos principais problemas sociais vividos nesses contextos, com a pretensão de estabelecer ações que contribuam para que os indivíduos pobres e extremamente pobres, de acordo com o governo, saiam dessa condição e caminhem em direção à autonomia. Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, o programa busca criar articulações de órgãos internos ao governo, estabelecer parcerias estratégicas externas e captar recursos por meio de fundos de financiamento e emendas parlamentares para subsidiar ações de geração de renda, esporte e lazer, assistência social, segurança alimentar e nutricional, habitação social, direitos humanos, e política de prevenção e cuidado sobre drogas.

Em um primeiro momento, 16 cidades serão contempladas; é a primeira fase. As cidades são: Água Boa, Ataleia, Bartópolis, Caraí, Catuji, Crisólita, Frei Gaspar, Fronteira dos Vales, Itaipé, Ladainha, Novo Cruzeiro, Novo Oriente de Minas, Ouro Verde de Minas, Padre Paraíso, Santa Helena de Minas e Setubinha. Para Zema, o projeto reduzirá “o peso que o governo tem para a população, de forma que sobra mais recursos para aquilo que realmente importa: Educação, Saúde, Segurança e geração de empregos”.

 

Outras Notícias