Denúncias através do 181 têm sigilo garantido

 Denúncias através do 181 têm sigilo garantido

 

Diversas operações da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros partem de denúncias feitas através do Disque Denúncia Unificado (DDU). Só no ano passado, em Araxá, 60% das ligações resultaram em prisões e apreensões. Em Minas Gerais, 77.628 denúncias foram recebidas através do 181. Graças a elas em todo o estado foram apreendidos 300kg de drogas, além de armas de fogo e munições. Com eficiência comprovada, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública, o serviço preza pelo sigilo da identidade do denunciante.

 

Os crimes que podem ser denunciados são homicídio; tráfico de drogas; localização de foragidos e procurados da justiça; roubo e furto; jogos de azar; porte e posse ilegal de armas de fogo; roubo e furto de banco e caixa eletrônico; e, também, crimes ambientais. Sobre este último, a PM esclarece que são considerados crimes ambientais todas as ações que causam poluição de qualquer natureza, que resultem em danos à saúde, que provoquem a mortandade de animais e, também, a destruição significativa da flora brasileira.

 

Para denunciar basta ligar para o 181. Neste número, o denunciante fala com uma central de atendimento unificada que funciona durante 24h, formada por profissionais treinados para atender à população. A identidade não deve ser revelada. Caso o denunciante se identifique, a recomendação do atendente será para que desligue e realize uma nova chamada, como explica o tenente coronel Ademir Vicente Fagundes, do 37° Batalhão da Polícia Militar.

 

Cada denúncia registrada é encaminhada para uma equipe de analistas composta por integrantes da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O denunciante receberá uma senha para acompanhamento da investigação e poderá solicitar, também pelo 181, informações sobre o andamento das investigações.

Outras Notícias