Consumo consciente reduz 45% no gasto de energia

 Consumo consciente reduz 45% no gasto de energia

Reprodução

 

Embora indispensável, o consumo de energia deve ser utilizado com racionalidade a fim de evitar desperdícios e também para que a conta de energia não ultrapasse o planejamento financeiro, é o que orienta a concessionária de energia elétrica que presta o serviço em Araxá. Algumas atitudes podem ser tomadas para contribuir com essa economia, desde o modo stand-by até os equipamentos que naturalmente consomem mais. Ao todo, é possível gerar economia de até 45%.

 

A crença de que os aparelhos em modo de espera – stand-by – não causam aumento na conta de energia é desmentida pela concessionária. De acordo com a empresa, esta situação pode gerar até 15% de consumo do equipamento. Outro fator relacionado é quanto à desconexão de aparelhos interligados, como as TVs e os receptores de canais por assinatura. Ambos devem ser desligados, não apenas o primeiro, para que a energia seja, de fato, poupada. O mesmo vale para o carregador de celular.

 

Alguns aparelhos consomem mais energia naturalmente e devem ser utilizados com mais consciência e cuidado, como a geladeira e o chuveiro. Uma das formas de economizar o gasto de energia através do primeiro eletrodoméstico, é evitando armazenar alimentos ainda quentes, pois isso sobrecarrega o refrigerador, explica a concessionária. Além disso, a empresa chama atenção para as condições dos aparelhos. A borracha de vedação da porta, quando danificada, permite que o ar quente de fora entre no aparelho, exigindo mais energia para resfriar os alimentos, por isso é recomendado que seja trocada a cada seis meses.

 

Já no chuveiro elétrico, a posição “inverno” é a que mais consome energia. A recomendação é que seja utilizado na posição “verão”, quando há economia de até 30%. No entanto, a preferência por aparelhos 220v com o argumento de que os de 127v gastam mais não é confirmada pela concessionária. De acordo com a empresa, não há diferença significativa de consumo entre aparelhos. A questão, nesse caso, é estar atento para não ligar um aparelho de 127v em uma tomada de 220v e vice-versa, já que, por conta da diferença de tensão, o funcionamento do aparelho fica prejudicado, podendo até queimar.

Outras Notícias