CastraAção: Projeto da Prefeitura de Araxá vai esterilizar 4 mil animais

 CastraAção: Projeto da Prefeitura de Araxá vai esterilizar 4 mil animais

Foto: Ascom PMA

A Prefeitura de Araxá, por meio da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, vai castrar quatro mil animais – entre cães e gatos – em 2022. O anúncio do Projeto CastraAção, da atual gestão municipal, foi feito pelo prefeito Robson Magela durante encontro com protetores de animais.

“Sabemos que essa é uma questão de saúde pública. Além de promover a saúde dos animais, reduzir a taxa de natalidade e colaborar com a longevidade e bem-estar, a castração também impacta no número de animais abandonados. Isso porque a maioria dos animais de rua são consequência de um nascimento indesejado”, destaca o prefeito.

O Projeto CastraAção terá um investimento de R$ 660 mil em recursos próprios do Município. Os procedimentos serão divididos em quatro etapas, de forma que o primeiro mutirão acontece entre os dias 15 de fevereiro e 5 de março e vai beneficiar 1 mil animais.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Ambiental, Leninha Severo, 40% dessas primeiras mil vagas serão destinadas para esterilizar animais de rua que são cuidados por cerca protetores cadastrados pelo município. “As outras 600 vagas serão distribuídas entre famílias de baixa renda que já haviam realizado o cadastramento de reserva, mas que não foram atendidas nas castrações realizadas no ano passado”, explica.

Novas Inscrições

A partir desta semana, a Prefeitura de Araxá iniciará o cadastramento das famílias de baixa renda que desejam castrar seus pets nas próximas etapas do programa. Para isso, o interessado deve levar até o Departamento de Vigilância Ambiental (Av. Rosália Isaura de Araújo, s/n – Centro Administrativo) os documentos originais e cópia do CPF, documento oficial com foto (RG ou CNH) e mais o comprovante de renda de todos da família ou a ficha de resumo do CadÚnico – que pode ser baixada através do aplicativo “Meu CadÚnico” ou impressa nos Núcleos de Convivência da Secretaria Municipal de Ação Social.

“O procedimento a ser realizado é seguro, minimamente invasivo e rápido. O animalzinho já sai com a roupa de proteção, microchipado e medicado com todos os remédios para a sua boa recuperação pós-operatória”, explica Leninha.

O telefone de contato da Vigilância Ambiental é o (34) 3691-7120.

Outras Notícias