Caminhos de Luz apresenta ‘Seiva’, exposição sobre a importância da floresta

 Caminhos de Luz apresenta ‘Seiva’, exposição sobre a importância da floresta

 

O pátio da Igreja Matriz de São Domingos tornou-se palco de ‘Seiva’. Com instalação interativa lumínica e sonora, a exposição traz luz à importância da floresta para a sobrevivência humana, especialmente da Floresta Amazônica, como conta o artista plástico Leandro Mendes. Idealizador da obra, ele explica a origem do nome. “Seiva é o material que circula no sistema vascular de uma planta. É responsável pelo transporte de nutrientes para todas as suas células e é essencial para a vida, como o sangue humano”, compara.

Para que tudo estivesse pronto em dezembro, foram meses de preparação, desde o conceito até a montagem final. O sistema de iluminação é composto por tubos sanfonados translúcidos com fitas de LED digital no interior, criando um grande volume de luz uniforme. Animações em tempo real são disparadas. O artista explica que “cada animação vem acompanhada por ambientação sonora composta por sons reais, derivados da fauna amazônica, criando paisagens sonoras inéditas”.

Caminhos de Luz

A exposição faz parte do circuito ‘Caminhos de Luz’, um projeto composto por várias obras de artes visuais dispostas nas praças de Araxá. Todas as atrações são gratuitas e vão ser exibidas até o Natal, entre 18h e 6h. O ‘Caminhos de Luz’ é uma promoção da Fundação Cultural ACIA, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério da Cidadania e Governo Federal, com o patrocínio máster da CBMM e patrocínio da Cemig; apoio da Prefeitura Municipal de Araxá e ACIA.

Outras Notícias