Araxá registra doze casos de dengue nas últimas duas semanas

 Araxá registra doze casos de dengue nas últimas duas semanas

 

Novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria  de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais registra doze casos prováveis de dengue em Araxá nas duas primeiras semanas de 2020. O estado já soma 2.246 notificações; três mortes estão sendo investigadas. As cidades que mais registraram casos são Belo Horizonte (321), Campo Belo (234) e Tocantins (143).

 

O boletim apresenta monitoramento dos casos de arboviroses urbanas transmitidas pelo Aedes Aegypiti. Além da dengue, contém números dos casos prováveis de chikungunya e zika. Os casos registrados destes dois arbovírus são em menores proporções, sendo 44 e 11 respetivamente; nenhum em Araxá. Os casos prováveis são as notificações suspeitas da doença. Na semana passada a Secretaria Municipal de Saúde de Araxá também divulgou os dados colhidos pelo Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa). Dos 2.249 imóveis visitados, 54 deles possuíam depósitos positivos para o mosquito. O índice para o município é de 2,4%, colocando a cidade em situação de alerta.

 

A melhor forma de inibir a transmissão do vírus é evitando o acúmulo de água, como em vasos de plantas e vasilha de água para animais de estimação, pois é na água limpa e parada que o mosquito coloca seus ovos. Implantar telas nas janelas, para que o mosquito não entre em casa; limpar piscinas, aquários e calhas; e, utilizar repelente também são dicas fundamentais. Visando a conscientização, a SES desenvolveu um Plano de Contingência Estadual que pode ser acessado pela população. Outros boletins e orientações estão disponíveis, inclusive com conteúdo voltado para agentes de saúde.

Outras Notícias