Araxá faz cadastro de protetoras para viabilizar novos projetos da causa animal

 Araxá faz cadastro de protetoras para viabilizar novos projetos da causa animal

Foto: Ascom PMA

O grande número de animais abandonados nas ruas e a falta de uma política pública para a causa animal é um antigo problema da cidade. A Prefeitura de Araxá já avançou em alguns projetos no último ano, como por exemplo, o mutirão de castração de 2.000 cães e gatos e melhorias no Canil Municipal. Para 2022, o objetivo é criar programas efetivos para reduzir a população animal de rua e oferecer melhores condições para o trabalho voluntário realizado por diversas pessoas em Araxá.

A Vigilância Ambiental do Município realiza o cadastro de protetores de animais até a próxima sexta-feira, 11 de fevereiro. O objetivo é viabilizar novos projetos que vão ajudar o município a resolver um problema de saúde pública e social, além de proporcionar mais carinho e cuidados para cães e gatos. Além da castração de 4.000 animais neste ano, a Administração Municipal planeja investir em novas melhorias no canil, credenciar clínicas veterinárias para realização de alguns procedimentos e buscar parcerias com protetores que atuam na cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde realizou, nesta segunda-feira, 7, uma reunião online com mais de 30 protetores de animais para planejar a primeira etapa do Programa CastraAção, que será executado a partir do próximo dia 15 de fevereiro. “Nesta primeira etapa serão 1.000 animais castrados. Um projeto com recursos próprios do Município, um grande avanço na causa animal. Mas, queremos evoluir ainda mais nesse projeto e transformá-lo em política pública. Por isso, esse cadastro dos protetores de animais e essa conversa sobre como o município pode contribuir com o trabalho deles”, destaca o prefeito Robson Magela.

Segundo a protetora, Onilda Soares, representante da ONG Mãos de Assis, o apoio da atual administração às causas animais da cidade é de extrema relevância. “É fundamental que as cuidadoras, entidades e ONGs protetoras de animais participem, juntamente com o prefeito, da solução de problemas animais sérios. Problemas que não dependem somente de ações da Prefeitura de Araxá, mas de uma união de todos. E hoje estou muito feliz, porque estamos justamente discutindo sobre projetos que venham melhorar a vida dos cães e gatos da cidade”, destaca Onilda.

Mais informações pelo contato da Vigilância Ambiental: (34) 3691-7120.

Outras Notícias