Araxá entre as 19 cidades mineiras com mais de 70 casos da Covid-19

 Araxá entre as 19 cidades mineiras com mais de 70 casos da Covid-19

 

Na atualização dos dados da pandemia em Minas Gerais na manhã desta quarta-feira, 27 de maio, Araxá está entre as 19 cidades com mais de 70 registros de casos e óbitos do coronavírus. O total de municípios com confirmações é de 408, sendo 8.011 confirmados sendo 7.771 resultados positivos e 240 mortes. 49% dos pacientes com resultado positivo que não evoluíram para óbito recuperaram da doença, ou seja 3.865 mineiros. No levantamento do Estado Araxá consta com 77 resultados positivos e 02 óbitos. Cidades das regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba com números superiores a Araxá são apenas Uberaba (161 casos e 06 óbitos) e Uberlândia com 601 casos e 15 mortes pela Covid-19, e agora é o 2º município mineiro com o maior registro.

 

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, e o subsecretário de Vigilância em Saúde Dario Ramalho participaram de coletiva virtual na terça-feira (26/05), na ocasião repercutiram assuntos relacionados à evolução da covid-19 no estado. Ao abordar o aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), Amaral reforçou que há inúmeras hipóteses para o crescimento e o fato pode estar relacionado à maior sensibilidade em notificar casos de SRAG, à circulação de outros vírus sazonais e à circulação da Covid-19 na população mundial. No momento, a rede hospitalar mineira apresenta ocupação de 69% de leitos de UTI sendo 8,5% do total utilizados para casos da Covid-19.

 

O secretário reforçou ainda que é importante lembrar que a propagação do vírus em todo o país já era esperada e que vai chegar também às cidades do interior do estado. “Para isso, o Governo de Minas vem se preparando há um tempo, por meio dos planos de contingência macrorregional. Nesses documentos elencamos quais estruturas hospitalares serão utilizadas para o enfrentamento da covid-19 e em qual momento elas serão recrutadas para atender à demanda naquela região”, finaliza.

 

Subnotificação – A secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais destaca que não há subnotificação no estado relacionada a casos sintomáticos e suspeitos da Covid-19 que procuram atendimento ambulatorial. Conforme protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde, e seguido por todos os estados, são testados todos os casos suspeitos de coronavírus. A subnotificação, como no mundo todo, pode ocorrer em pacientes assintomáticos que não procuram atendimento hospitalar. Em 2020, houve redução de 8,53% de mortes em decorrência de doenças respiratórias em Minas Gerais. Segundo os dados do portal da transparência dos Cartórios de Registro Civil do país, de janeiro até a última sexta-feira (22/5), 40.537 óbitos foram registrados no estado. No mesmo período, em 2019, foram 44.318 mortes.

Outras Notícias